23.8 C
Teresina
sábado, junho 15, 2024
spot_img

PRF registra redução de 18,2 % no número de mortes nas rodovias federais piauienses no 1º trimestre do ano

Date:

spot_img

A Polícia Rodoviária Federal no Piauí divulgou em âmbito estadual, os índices de acidentalidade do primeiro trimestre de 2021(Janeiro, Fevereiro e Março). A PRF registrou 270 acidentes, sendo 91 de natureza grave, 288 feridos e 27 mortos nas rodovias federais piauienses. Se comparado ao mesmo período do ano de 2020, a quantidade de acidentes reduziu em 10,6 %, a quantidade de acidentes graves reduziu 8,1 %, a quantidade de feridos sofreu uma redução em 13,0 % e a de mortos reduziu em 18,2 %.

\"\"
PRF registra redução de 18,2 % no número de mortes nas rodovias federais piauienses no 1º trimestre do ano (Foto: divulgação)

Com relação às características e o tipo, os acidentes na sua maioria se concentraram em acidentes tipo Colisão Transversal(20,4 %) seguido do tipo Saída de leito Carroçável(15,5 %). No que tange ao índice de fatalidade, os tipos de acidentes que registraram mais óbitos foram Colisão Frontal(06) e Colisão Transversal(06). Com relação ao local do acontecimento dos acidentes, a rodovia que concentrou a maior quantidade de acidentes graves é a BR 343(126) seguida da BR 316(77). A rodovia que mais registrou óbitos foi a BR 343(10) seguida pelas rodovias BRs 316 e 135 com 06 registros.

As principais causas dos acidentes no período, resultam em condutas inadequadas dos condutores. Acessar a via sem observar a presença dos outros veículos e Deixar de manter distância do veículo da frente figuram como as maiores causas dos acidentes com 10,0 % seguido da Reação tardia ou ineficiente do condutor com 9,3 %.

A redução desses índices é de suma importância no que tange ao combate à COVID-19, uma vez que permite a diminuição de pacientes que ocuparão leitos hospitalares que poderiam estar sendo utilizados no combate ao novo coronavírus. Além disso, as principais causas de acidentes apontam para uma necessidade iminente de conscientização por parte dos condutores como forma de se reduzir cada vez mais a quantidade de vítimas no trânsito.

spot_img

Mais Notícias