Idoso acusado de matar nora que o denunciou por estuprar neta é condenado a 20 anos de prisão

0

Lourival Pereira Nóbrega, de 73 anos, foi condenado pela Justiça do Piauí a 20 anos de prisão. O idoso foi acusado de diversos crimes, entre eles o estupro da própria neta, uma adolescente de 13 anos, na cidade de Caracol, município a 794 km ao Sul de Teresina.

Além disso, Nóbrega é apontado como o responsável pelo assassinato da mãe da adolescente, sua nora, Fernanda de Sousa Silva, 34 anos, que o denunciou pelo crime.

Segundo informações do TJ-PI ao OitoMeia, a audiência que resultou na condenação do idoso ocorreu no dia 28 de maio no Fórum de Caracol e a sentença foi proferida pelo juiz de direito Robledo Moraes Peres de Almeida. Atualmente, o idoso está preso desde a data do crime na Penitenciária de São Raimundo Nonato.

Além da morte da mãe da adolescente, Nóbrega é acusado da morte de Diomar Pereira da Silva, uma idosa de 65 anos que teria tido a vida ceifada porque estaria ao lado de Fernanda de Sousa Silva quando o idoso foi ao encontro da mãe da adolescente. As duas foram mortas a tiros.

O CRIME

O crime ocorreu no dia 3 de novembro de 2020. Fernanda de Sousa Silva, nora do idoso, foi até à polícia da região para acusar o homem de estuprar sua filha de 13 anos. Três dias após a denúncia, o idoso foi armado ao encontro de Fernanda para se vingar.

No local, Diomar Pereira da Silva estava com a mulher e juntas foi atingidas pelos disparos de arma de fogo. Fernanda morreu no dia 3 de novembro e Diomar no dia seguinte, 4 de novembro.

A condenação do homem saiu 6 meses após o crime. Em relação aos crimes de homicídios, o idoso foi pronunciado para ser submetido a julgamento perante o Tribunal do Júri. Porém, a defesa do idoso recorreu e o processo está no Tribunal de Justiça do Piauí para julgamento de recurso.

FONTE: OITOMEIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui