Acusado de matar advogado em Barras é condenado a 18 anos de prisão

0

Nessa terça-feira (08), o Tribunal Popular do Júri de Barras decidiu pela condenação de Francisco de Sousa Rosa a 18 anos de prisão pela morte de advogado Kelson Dias Feitosa em junho do ano de 2016.

Durante sessão, presidida pelo juiz João Manoel de Moura Ayres, o Conselho de Sentença considerou Francisco de Sousa Rosa culpado pelo homicídio qualificado do advogado, morto dentro do escritório na cidade de Barras.

Além da morte do advogado Kelson Dias Feitosa, Francisco de Sousa é acusado de tentativa de homicídio também em junho de 2016. O magistrado considerou os fatos reconhecidos pelo Conselho de Sentença nos dois crimes e também as circunstancias atenuantes da confissão do réu.

Entenda o caso

Em 13 de junho de 2016 o advogado Kelson Dias Feitosa foi morto a tiros dentro do escritório de advocacia, na cidade de Barras. Em seguida, o homem foi até o comércio de Sebastião da Silva e tentou efetuar disparos contra a vítima.

FONTE: VIAGORA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui