29.8 C
Teresina
sexta-feira, junho 14, 2024
spot_img

Piauí lidera entre os estados do Nordeste no crescimento da geração de empregos, aponta Novo Caged

Date:

spot_img

Os números recentes divulgados hoje (30) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE), apresentados em estudo pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais e Planejamento Participativo (CEPRO), da Secretaria de Estado do Planejamento (SEPLAN), revelam um panorama promissor para o mercado de trabalho no Piauí.

Durante o mês de março de 2024, o estado registrou a criação de 3.015 novos empregos, representando um crescimento significativo de 0,86% em relação ao mês anterior. Esse crescimento coloca o Piauí como o terceiro estado com maior expansão de empregos no país, ficando atrás apenas do Acre e de Goiás.

Um ponto relevante a ser destacado é o estoque de empregos formais em março deste ano, que atingiu o maior nível da série histórica, totalizando 352.546 empregos. Isso representa uma variação de 6,22% em 12 meses, sendo a terceira maior variação interanual, ficando atrás apenas do Amapá (9,03%) e de Roraima (6,25%).

Dentre os setores que mais contribuíram para o saldo positivo do mercado de trabalho do Piauí, destacam-se as atividades de organizações associativas, com a criação de 600 novos empregos, seguidas pela produção de lavouras temporárias, com 305 novos postos, e pelas atividades de apoio à educação, com 242 novas oportunidades de trabalho.

A capital Teresina lidera as contratações entre os municípios do estado, com a criação de 1.773 novos empregos, seguida por Parnaíba, Floriano e Picos, que também apresentaram números expressivos, com 216, 215 e 188 novos postos de trabalho, respectivamente.

spot_img

Mais Notícias