29.8 C
Teresina
sexta-feira, junho 14, 2024
spot_img

Moradora de Sigefredo Pacheco denuncia situação de Posto de Saúde da cidade

Date:

spot_img

Uma moradora da cidade de Sigefredo Pacheco– PI denuncia a situação em que se encontra a Unidade Básica de Saúde Mãe Bibia, localizada na sede do município. No posto de saúde existe apenas um médico para atender todos os pacientes, seja de covid ou não. Além disso, não existe um “Centro Covid-19” no município e, assim, os pacientes que estejam com suspeita ou contaminados são atendidos no mesmo espaço e sala dos demais pacientes que necessitam ir até o posto de saúde.

 “Fui levar meu filho que estava com suspeita de covid e fiquei assustada com a situação do local, nem se quer álcool é disponibilizado na sala do médico, além de não haver higienização entre um atendimento e outro. Todas as pessoas são atendidas no mesmo local, seja paciente de covid ou não. Isso coloca a vida das outras pessoas em risco. O negócio aqui está é longe de prevenção ao vírus”, disse.

A moradora também falou sobre a estrutura do local. \”A UBS está deteriorada e precisa urgentemente de uma reforma\”, concluiu. 

\"\"/

OUTRO LADO

A secretária de saúde do município, Kérolle Carvalho, explicou como está sendo feito o atendimento no local.

“A gestão passada não fez a adesão do projeto para a implementação do centro covid e, desta forma, não são enviados recursos para o custeio e implantação deste espaço. Atualmente as pessoas com suspeita de covid são atendidas toda segunda-feira em uma sala específica na UBS Mãe Bibia e, logo após, é realizada a sanitização neste dia e na sexta-feira. No local, não temos leitos clínicos, o que há são leitos de observação. Caso o paciente precise de um respirador, nós regulamos para o Hospital Regional de Campo Maior. 

Com relação ao cronograma de médicos a secretária confirmou que só existe um médico de plantão por dia nas unidades, sendo de segunda a quinta-feira.

“Temos 04 médicos no município, ficando 01 de plantão até quinta-feira de acordo com a determinação do Programa Mais Médicos, que exige que eles tenham um dia de folga para especialização. Só estamos sem médico na UBS da comunidade Lagoinha pelo fato de o médico aprovado no seletivo não ter se apresentado, mas já estamos providenciando para chamar o próximo da lista”, informou.

Sobre a situação da estrutura da UBS, a secretária informou que em breve o posto passará por reforma, mas ainda sem previsão.

“Com o aumento de casos nos últimos dois meses, não tivemos como realizar uma reforma na unidade, mas já temos um projeto para recuperar e ampliar a estrutura do local assim que for possível”, disse

Com informações do Portal Tribuna em Foco

spot_img

Mais Notícias